sábado, 17 de março de 2012

Carta enviada em 14 de março de 2012

Sabe do que é que eu tenho mais saudade? de tocar uma boiada. Aquele gado todo, poeira subindo, cheiro de mato, que belezura!

Era tudo que eu sabia fazer. Tive pouco estudo, mas sabia muito bem quando meus bichinhos precisavam de ajuda. E quando nascia em bezerro? eita Sô! que coisa linda. Um dia quero voltar pra continuar a cuidar de vaca e boi.

Bom, estou bem e com certeza estou muito feliz. Quinca que bom pude ir visitar você. Vi que estar mais velho e que estar bem. Sinto saudades do nosso tempo de criança, que juntos a gente brincava na beira da barragem e no açude, posso lembrar mais ainda, quando pegava carreira dos cavalos que a gente mexia.

Meu amigo, agradeço a oportunidade de estar escrevendo estas palavras pra te dizer que ainda estou vivo, num parece interessante? Parece que eu morri mas estou vivinho do lado de cá.

Quinca, um dia você vai acordar e dizer que sonhou comigo e todo mundo vai lembrar desta carta.

Abraço, meu amigo.


José Lindalvo



Carta enviada em 10 de março de 2012


Lucas e Isabela meus netinhos queridos, Deus os Abençoe.


Eu só estou aqui hoje para dizer pra vocês que estou atendendo o pedido de proteção que me fizeram .

Olhem a Vovó nunca ficou distante de vocês, viu? A vovó protege sim vocês de todo mal, sempre, não se preocupem, tudo fica bem..

Vovó vai fazer um pedido pra vocês dois, rezem sempre aquela oraçãozinha que fazíamos juntos pro anjo da guarda, certo?.


Deus abençoe.


Vovó Maria Antônia